QUADRO DE HORÁRIOS DO TRANSPORTE EXECUTIVO – CARNAVAL

ATENÇÃO USUÁRIOS,

Tendo em vista o feriado de carnaval e os blocos de rua que operarão neste período, o quadro de horários e o itinerário passarão por algumas alterações durante o feriado:

– Sexta-feira – 24 de fevereiro – Normal
– Sábado – 25 de fevereiro – Normal
– Domingo – 26 de fevereiro – Não opera
– Segunda- feira – 27 de fevereiro – Horário de sábado
– Terça-feira – 28 de fevereiro – Não opera
– Quarta-feira – 01 de março – Normal

SENTIDO BHTE // ALPHAVILLE
R. DOS CAETES, R. ESPIRITO SANTO, Av. CONTORNO, R. RIO GRANDE DO SUL, R. TUPINAMBAS, Av. OLEGARIO MARCIEL, PRAÇA RAUL SOARES, Av. BIAS FORTES, R. DA BAHIA, Av. CONTORNO, AV. SRA DO CARMO …

SENTIDO ALPHAVILLE // BHTE
Av. SRA DO CARMO, Av. CONTORNO, R. ESPIRITO SANTO, AV. AFONSO PENA, R. DOS CAETES.

FEBRE AMARELA

Erradicada do meio urbano brasileiro desde 1942 e sem números significativos de casos em áreas rurais desde 2009, a febre amarela voltou a trazer preocupações para as autoridades sanitárias do Brasil. Desde o início do ano Minas Gerais teve um aumento significativo dos casos de Febre Amarela, fazendo com que a população fique em estado de alerta.

O QUE É FEBRE AMARELA?

A febre amarela é uma doença infecciosa causada por um vírus e transmitida por mosquitos. A infecção pode ser categorizada de duas formas: febre amarela urbana, quando é transmitida pelo Aedes aegypti; ou febre amarela silvestre, quando transmitida pelo Haemagogus e Sabethe.

A doença é considerada aguda e hemorrágica e recebe este nome, pois causa amarelidão do corpo (icterícia) e hemorragia em diversos graus. O vírus é tropical e mais comum na América do Sul e na África.

CAUSAS

A febre amarela costuma ser transmitida por mosquitos, principalmente o Aedes aegypti (em áreas urbanas) e o Haemagogus (em áreas rurais). O mosquito é infectado ao picar uma pessoa ou animais com a doença e então desenvolve a doença e passa a transmiti-la para quem ele picar.

Existem dois ciclos da febre amarela:

• Febre amarela silvestre: em que mosquitos destas regiões se infectam picando primatas com a doença e podem transmitir a um humano que visite este habitat

• Febre amarela urbana: em que um humano infectado anteriormente pela febre amarela silvestre a transmite para mosquitos urbanos, como o Aedes aegypti, que a espalham.

É importante alertar que em ambos os casos a doença é a mesma, a diferenciação do ciclo de transmissão apenas ajuda nas estratégias para evitar a disseminação da febre amarela.

A pessoa permanece em estado de viremia, ou seja, capaz de transmitir o vírus para mosquitos, por até 7 dias após ter sido picada.

SINTOMAS DA FEBRE AMARELA

Muitas pessoas que contraem a febre amarela não apresentam sintomas, e quando os apresentam, os mais comuns são:

• Dor de cabeça
• Perda de apetite
• Nauseas e vomitos
• Olhos, face ou língua avermelhada
• Fotofobia
• Fadiga e fraqueza
• Febre
• Dores musculares em todo o corpo, principalmente nas costas

Os sintomas nesta fase aguda da doença costumam durar entre três e quatro dias e passam sozinhos.

No entanto, uma pequena porcentagem de pessoas pode desenvolver sintomas mais graves cerca de 24 horas após a recuperação dos sintomas mais simples. Nesta fase chamada de tóxica, o vírus pode atingir diversos órgãos e sistemas, mas principalmente o fígado e rins. Os sintomas dessa fase são:

• Retorno da febre alta
• Icterícia, devido ao dano que o vírus causa no fígado
• Urina escura
• Dores abdominais
• Sangramentos na boca, nariz, olhos ou estômago.
Em casos mais graves o paciente pode apresentar delírios, convulsões e até entrar em coma.

BUSCANDO AJUDA MÉDICA

Pessoas que manifestam sintomas de febre amarela, sejam simples ou mais graves, devem buscar ajuda médica imediata. Esta ajuda serve não apenas para tratamento e observação dos sintomas mais graves, mas também para a vigilância desta doença.

Além disso, se você não vive em uma região endêmica para febre amarela, mas pretende viajar para uma, é importante buscar um médico para tomar a vacina.

TRATAMENTO DA FEBRE AMARELA

Não existe medicamento para combater o vírus da febre amarela. O tratamento é apenas sintomático e requer cuidados na assistência ao paciente que, sob hospitalização, deve permanecer em repouso com reposição de líquidos e das perdas sangüíneas, quando indicado. Nas formas graves, o paciente deve ser atendido numa Unidade de Terapia Intensiva.

Devido ao risco da doença se desenvolver de forma hemorrágica, é importante evitar o uso de aspirina.

PREVENÇÃO

VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AMARELA

A vacinação é considerada pela Organização Mundial da Saúde a forma mais importante de prevenir a febre amarela. Tanto que é a vacinação frequente que impede que a doença de espalhe mesmo em áreas endêmicas. É preciso que ao menos 80% da população seja imunizada contra um vírus para prevenir a doença nestas regiões.
Veja a seguir como deve ser a vacinação em áreas endêmicas:

• De 6 meses a 9 meses de idade incompletos: a vacina está indicada somente em situações de emergência epidemiológica, vigência de surtos, epidemias ou viagem inadiável para área de risco de contrair a doença

• De 9 meses até 4 anos 11 meses e 29 dias de idade: é indicado uma dose aos 9 meses de idade e uma dose de reforço aos 4 anos de idade

• A partir dos 5 anos de idade: se a pessoa já recebeu uma vacina, pode-se dar mais uma dose. Se ela nunca foi vacinada, é preciso dar uma dose inicial e outra de reforço 10 anos depois.

No caso de pessoas com mais de 60 anos que nunca foram vacinadas, o médico deve levar em conta os riscos da vacinação, que incluem o risco de eventos adversos nessa faixa etária ou decorrentes de comorbidades. Gestantes e lactantes são contraindicadas a tomar esta vacina, assim como pessoas imunossuprimidas.

No caso de viajantes, o recomendado aqui no Brasil é realizar a vacinação 10 dias antes da viagem, no caso de primeira vacinação, já que os anticorpos protetores aparecem entre sete e dez dias após o contato com o vírus. De acordo com as Regulações de Saúde Internacionais, os países têm o direito de requerer de viajantes o certificado da vacinação contra a febre amarela.

FEBRE_AMARELA

BR-040 TERÁ TRÁFEGO ALTERADO PARA EVENTO ESPORTIVO NESTE FIM DE SEMANA

De acordo com a Via 040, concessionária responsável pela administração da rodovia, o trecho entre os quilômetros 559 e 563 será estreitado, na Região da Lagoa dos Ingleses, no período entre as 5h e as 12h.

Cones serão utilizados para sinalização na via. Os atletas competirão no acostamento, sendo a faixa da direita reservada para área de segurança. O tráfego de veículos se dará apenas na faixa da esquerda, em ambos os sentidos.

Agentes da Via 040 e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) estarão presentes no local para sinalização e organização do tráfego e serão acompanhados por monitores da organização do evento.

Fonte: Estado de Minas.